lift,
bringen sie mir einen kaffee
ende der welt

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Marco Aurélio Pais

Techné


Por mim, me imponho, sim, essa gramática
De sílabas contar fazer rimas,
Me dou por desafio à disciplina
Por minha progressão autodidática
Eu sei que só o difícil é que ensina
E não se opõem o visceral e o técnico,
Recuso-me ao prosaico e ao hermético
E aos versos de diário de menina
Um tanto culinário, um tanto atlético,
Busco juntar razão e sentimento
E dar forma de canto ao meu lamento
Para ser livre em todo molde métrico.

Não limo jóias finas de senhora
Nem faço versos só como quem chora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário